Se o destino for alcançável de moto
nós iremos lá!

Webmail Área Reservada

A voz do Fundador - Manuel Soares

Por Manuel Soares - sócio nº 1 de 14 de Maio de 1986

É com indisfarçável orgulho que fui o primeiro presidente e mentor do MCP.

Vivi os meus primeiros 20 anos na Suíça e, trazendo para Portugal o gosto que lá adquiri pelas motos, não hesitei em juntar pessoas em prol do motociclismo e do convívio entre motociclistas no nosso território nacional. Fiz nascer o MCP oficialmente em 1986 pelo qual ainda hoje visto a camisola, mais foi em 82 que o MCP começou a dar os primeiros passos, pois nas primeiras viagens motociclísticas em Portugal reparei que havia poucos motociclistas, em grupos pequenos e restritos com pouca interacção.
Cá, ter uma moto significava um certo estatuto pois ainda era considerada veículo de luxo.
E para mim, a moto nunca foi isso. A Moto é o prazer das deslocações e do convívio e por isso tinha aquela paixão de juntar pessoas, levando-as até a concentrações em Espanha. Andava com um cartaz manuscrito em cartolina com as horas e locais dos encontros para nos deslocarmos para as concentrações.

Juntamente com um amigo espanhol que conheci num desses eventos organizamos uma reunião anual entre Espanhóis e Portugueses, que se realizava a 1 de Maio. O último aconteceu em 1986 no qual por motivo de saúde o organizador espanhol não pôde participar. Nesse evento foi atribuído uma taça ao motoclube com mais participantes. Eu não fazia questão de trazer o prémio - não era essa a minha intenção - mas chamaram-me para ir receber a taça por representar os muitos participantes do Porto, cerca de uma centena.
Com o entusiasmo juntamos-nos quatro colegas e assim surgiu o MCP. Não queria perder esta oportunidade de agradecer a todas direcções e associados que já trabalharam para o mérito e sucesso do MCP!