Se o destino for alcançável de moto
nós iremos lá!

Webmail Área Reservada

A voz do Fundador - António Morgado

Por António Morgado - sócio nº19 desde 1986

António Morgado está ajoelhado e com o boné MCP nesta foto histórica no regresso da concentração de Sanxenxo 86Nascido e criado em Vila Real, capital do desporto motorizado, desde muito cedo me apaixonei pelas motos não perdendo as provas que na minha terra se realizavam todos os anos desde os campeonatos nacionais ao emocionante mundial de TT onde partilhávamos os pilotos com a ilha de Man.

Um belo dia consegui comprar a minha primeira moto, uma Suzuki TS 125 com que fazia as viagens de fim de semana desde o Porto a Vila Real e vice versa ainda sem A4 e sem IP4.

Corria o mês de Junho de 1986 e na loja da Horizmoto na Rua da Torrinha onde ia comprando alguns acessórios e equipamento, vi um cartaz em que era referida a intenção de formar um motoclube no Porto e o local de encontro seria o Café Varanda Sol na foz, às sextas à noite. Foi apenas o tempo de telefonar à namorada a pedir que viesse ao Porto (4 horas no autocarro do Cabanelas) para irmos ao encontro nessa sexta-feira. Encontrado o local, vimos uma boa meia dúzia de motos já estacionadas e lá parámos a vermelhinha para ver o panorama. Mal tirei o capacete aproximou-se um indivíduo bem constituído e com um sotaque meio esquisito que logo se apresentou e nos fez sentir em casa. Era o Manuel Soares. Foi o início de uma relação maravilhosa com o motociclismo e com pessoas que me marcaram e me mostraram como é bom ser um verdadeiro motard. Tive o privilégio de pertencer à Direcção do MCP, organizámos a concentração do nosso clube, participámos em imensas concentrações onde levámos o nome do clube e passámos a ser conhecidos.

Apesar de estar um pouco longe, estou sempre convosco e não posso deixar de vos dizer OBRIGADO e um grande BEM HAJAM a todos os mantiveram e mantêm bem acesa esta chama do nosso MOTO CLUBE DO PORTO.

António Morgado de colete jeans no regresso da concentração de Sanxenxo 86António Morgado de costas com Mário Campos e Rui Marinho na concentração de Sanxenxo 86A 125 de António Morgado

A voz do Fundador - Vasco Lima

Por Vasco Lima - sócio nº18 desde 1986

Vasco Lima e Sofia preparam-se para viagem Alemanha-Portugal em 1978

Quando em 1986 participei na fundação do nosso MCP, já tinha percorrido quase toda a Europa, desde 1975 na minha BMW R75/5, em solitário enquanto motociclista, mas sempre acompanhado pela Sofia, minha companheira de sempre na moto e fora.

Quantos belos momentos de prazer e quanto sofrimento com a falta de carenagens, motos que babavam óleo e fatos de chuva usados nas obras, que além de não serem estanques, tinham a particularidade de não deixarem sair a água.

Como viajava muito de

 moto, cerca de 40.000 km/ano, em 1985 chegou o momento de renovar a BM, adquirindo as recém-aparecidas K100 RT; foi nesse momento que no Francisco Baptista Russo, distribuidor BMW, encontrei o Domingos Ribeiro que me falou num novel motoclube em fase de criação.

Oito anos mais tarde, com este e o José Carlos Gomes haveria de ir à Rússia.

Recordo que nesses momentos iniciais só eu e o Domingos usávamos BMW, já que a rapaziada estava na onda das “japs”, sendo a BM moto de “velhos”.

Vejam meus caros as voltas que o mundo dá: hoje é enorme a quota delas no MCP!

Fazendo uma rápida passagem sobre o que foram estes 25 anos, tenho que realçar:

                1 – A enorme capacidade de mobilização e organização do nosso Clube

                2 – O crescimento e profissionalização a que se chegou

                3 – A dimensão que atingimos, sendo hoje um dos maiores MC

                4 – O grande rigor e disciplina motociclística dos seus Sócios

E tudo isto foi possível, pela sorte que tivemos com a aleatória adesão uma massa associativa de tão grande nível.

Mas sobretudo, devo realçar, pela qualidade e abnegação, das sucessivas gerações de dirigentes que têm sempre vindo a superar as que lhes antecederam. Notável!

Termino desejando a todos um Bom Ano de 2012, repleto de belas e seguras passeatas.

Um abraço do Vasco Lima

Vasco Lima e Sofia preparam-se para viagem Alemanha-Portugal em 1978Vasco Lima e Sofia preparam-se para viagem Alemanha-Portugal em 1978