Início

Boas Festas

Webmail Área Reservada

Big Trails de … Verão de São Martinho

“O passeio MCP Trails de Outono do passado dia 13 de novembro será molhado”, apontavam todos os serviços de meteorologia online. Esqueciam-se eles do grande amigo do São Pedro, o São Martinho 😉

O primeiro ponto de encontro estava marcado na sede do Moto Clube do Porto, para a saída, pontual, às 09h00. Uma manhã azul, de muito sol, na continuação dos 3 dias anteriores, de pleno Verão de São Martinho. Depois de viagem calma até à Praia Norte, em Viana do Castelo, foram-se juntando todos os 15 “pilotos”. Preparados para os desafios do dia, lá saímos em direção aos montes e vales do Alto Minho.

Mas se o sol andava lá no alto, debaixo das nossas duas rodas tínhamos um terreno completamente encharcado e escorregadio. A chuva caída durante mais de um mês tinha tornado os trilhos bem difíceis, com pedras cobertas de musgo e regos bem profundos. Nada que não fosse sendo ultrapassado, com mais ou menos facilidade, com mais ou menos interajuda.

A paragem para o petisco da manhã, tradição fundamental nos nossos passeios de Trails, foi feita bem no centro da aldeia de Montaria. Um petisco servido com toda a pompa e circunstância, pela nossa anfitriã, Fátima Iglésias. E que bem que soube aquela bola, os rissóis e batatas, acompanhados por uma fresquinha. Antes de voltar aos trilhos, um “calicezinho” do doce moscatel de Favaios também não podia faltar.

A subida ao alto dos 825 m da serra D’Arga deu o tiro de partida para a segunda parte do passeio. O azul do céu tinha-se agora convertido num cinzento carregado. Junto à Senhora do Minho, bem lá em cima, as rajadas de vento não ajudavam a apreciar as belas e largas vistas. Mas por ali todos os olhos tinham de estar focados nos trilhos. Declarado como “hard”, o troço que percorria todo o alto da serra tinha os dois pontos mais desafiantes do dia. Um picante extra, ultrapassado por todos.

Os 80 km de track definido para o dia chegavam ao fim, bem como as dificuldades do percurso. Ou não?... Às 14h30, o “Restaurante do Sérgio” estava pronto para nos receber, e de que maneira. Se os desafios anteriores foram ultrapassados em minutos, aqui foram preciso umas duas horas e qualquer coisa… Não sabíamos se o obstáculo devia ser contornado pela direita, se pela esquerda. Se por cima ou por baixo… Primeiro as entradas, com mariscos, perninhas de frango, pizas e… O primeiro prato, de peixe grelhado, escalado. O segundo prato, de leitão. O terceiro, de rojões com castanhas, acompanhado por arroz de sarrabulho… Para o atascanso ser completo, umas sobremesas com bolo-rei, crepes com chocolate e gelado. Uff!!!…. Obrigado e parabéns ao Sérgio e à sua equipa. Estava tudo fantástico!

Durante toda esta “boda de casamento”, chovia lá fora e de que maneira. Um verdadeiro dilúvio! Mas eis que surge novamente, de espada em punho, Martinho, o santo. Eram quase cinco da tarde quando arrancamos do restaurante e… nem um pingo de chuva até ao Porto. Um final feliz, para um dia muito bem passado.

Por este ano está feito. Que o próximo nos traga mais destes passeios de Big Trail!!