Início

Se o destino for alcançável de moto
nós iremos lá!

Webmail Área Reservada

Trails de Inverno MCP/Touratech 2024

Domingo, 17 de março de 2024

Novo ano, novos trilhos a percorrer com as nossas Trails! Desta vez o sentido será o nordeste do Porto, às serras que se cruzam por Valongo, Santo Tirso e Paços de Ferreira. O nosso patrocinador, a Touratech, abriu portas no Norte e por lá vamos parar para conhecer e lanchar. Em terras de muito mobiliário em madeira, os nossos caminhos vão ser trilhados essencialmente entre a árvore mais produzida na região, o eucalipto. Um percurso desafiante e durinho, mas que se quer acessível a todas as Big Trails. Pelo meio, um “appetizer” a ser vencido pelos aventureiros: a passagem pelo túnel da autoestrada, em Seroa. No final do almoço teremos o já tradicional sorteio de brindes de aventura, Touratech.

Programa:

09:10 - Encontro na sede do MCP com oferta do cafezinho (com as motos atestadas e preparadas para o percurso);

09:30 - Arranque, para ligação por autoestrada/estrada até à rotunda do Alto da Serra de Valongo (bombas da Galp);

10:00 - Arranque para o percurso da manhã;

12:00 – Paragem para o reforço alimentar, nas instalações da Touratech Norte, em Lordelo,

15:00 - Almoço no Restaurante “Toca do Coelho”, Paços de Ferreira – entradas várias, naco de vitela, vinho da casa ou cerveja/refrigerantes, sobremesa, café.

Regresso livre a casa.

Grau de dificuldade

O percurso inclui alguns troços com pedra solta e/ou regos de nível de dificuldade médio, não sendo indicado a estreantes. Em caso de chuva a lama está garantida, elevando o nível de dificuldade.

Inscrições

Até ao final do dia 13 de março, quarta-feira, para:

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou Joaquim Alves - 93 424 3026

Preço

Sócios MCP: 30 € / Não sócios: 35€

IBAN Moto Clube do Porto: PT50 0010 0000 3859 5020 001 67

 

Passeio ao Vale do Côa - Só domingo

Domingo, 24 de Março de 2024

Se gostas de curvas, vais adorar o zigzag da Estrada Nacional 222, que liga Portugal de oeste a leste tendo sempre o Douro como companhia. Vamos ver algumas das paisagens mais arrebatadoras de Portugal, das quais se destacam os fotogénicos e mundialmente famosos socalcos do Douro Vinhateiro. Já foi eleita a estrada mais bonita do mundo. Vem perceber num ápice porquê!

É no fundo uma experiência sensorial completa que irá perdurar na tua memória para todo o sempre.

Viagem individual para o ponto de encontro, pelas 11 horas, a 200 km do Porto em lugar emblemático. Após percurso sinuoso e paisagens fantásticas, vamos visitar um belíssimo restaurante, junto ao rio douro, onde será servido o almoço.

Após o repasto, saída em caravana por estadas deslumbrantes e sinuosas, com paragens em vários miradouros. Término do evento na área de serviço de Vila Real, na A4, com regresso livre para os locais de residência.

Inscrição para domingo 30€ / 40€ não sócio.

Inscrições para o email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou 939 002 545

Gabriel Vissio esteve no MCP

Quando o tema é turismo de aventura, estamos lá! E nesta sexta-feira, 16, não foi diferente.

A sede encheu para ouvir Gabriel Vissio, o argentino que faz da estrada e do mundo a sua vida. Sempre acompanhado da sua "Niña", uma pequena Yamaha 125, já percorreu mais de 250 mil km, desde 2011.

Foram cerca de 2 horas de muitas histórias e de boa conversa, onde não faltaram as apetitosas bifanas da d'Amélia para acompanhar.

Continuação de boas aventuras Gabriel!

Ler mais...

Passeio de Inverno 2024

Caros amigos, este ano não vou ter o privilégio de vos proporcionar o primeiro passeio do ano pois o Paulo Ribeiro já vos baptizou (na verdadeira acepção da palavra) no Passeio de Reis e o Luís Pires já se iniciou a levar-vos a piquenicar! No entanto, ainda vos vou levar a passear durante o Inverno (esperando que esteja um ótimo dia de Primavera 😊)! Tal como anunciado na apresentação do programa 2024, iremos almoçar um dos pratos mais típicos do Inverno minhoto, pelo que o passeio decorrerá pelas belas estradas minhotas (tanto de paisagens como de curvas).
O ponto de encontro será a sede do MCP a partir das 8:30 (com os depósitos atestados) para sair às 9h e aproveitar ao máximo as horas de sol.
Como de costume, privilegiaremos as estradas mais sinuosas 😊 de modo a rolar tranquilamente e apreciar as paisagens que esta região tem para nos oferecer. Durante o almoço, enquanto degustamos os rojões e o sarrabulho, aproveitaremos para pôr a conversa em dia. No final do almoço, e depois de mais umas voltinhas turísticas, regressaremos ao Porto utilizando as mais modernas vias de comunicação para chegar a casa a horas de jantar.
As inscrições terminam dia 28 de fevereiro e são limitadas a 25 pessoas, devendo ser feitas para:
Rui Castro - 939253838 Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Os preços para os sócios e não sócios do MCP serão anunciados oportunamente.
Está atento ao site e às newsletters para não ficares de fora.

Rusga de sucesso

E se dúvidas existiam quanto ao respeito a ter ao Moto Clube do Porto, ficaram desfeitas no passado dia 28 de janeiro quando até os deuses, em pleno inverno, nos brindaram com um dia perfeito para a prática de mototurismo. De forma a aproveitar esta dádiva, foi pelas 9 horas em ponto que os merendeiros do MCP arrancaram da sede para a primeira rusga do ano após um café matinal e o briefing onde foi revelado o trajeto de um dia onde não houve pneu que ficasse quadrado.

Com uma caravana bem composta, foi pela A3 que se fez uma curta ligação a Braga, onde demos entrada na N103 que seria a montanha-russa onde passaríamos o resto da manhã. Trajeto simples, mas nem por isso menos entusiasmante ou exigente. Que o digam os 27 merendeiros montados em 23 motas que se mantiveram sempre juntos até à primeira paragem em Salamonde, local escolhido para esticar as pernas, tomar qualquer coisa e conhecer as caras novas.

Com o descanso feito e a estrada mais desimpedida continuamos a infindável sequência de curva e contracurva sempre ladeados por paisagens de cortar a respiração. Por volta das 12h, o ronco da caravana desassossegou a aldeia de Sapiãos, cujo parque de merendas viria a abrigar o almoço do grupo. E que almoço… Os participantes aderiram em massa ao convite feito pela organização enchendo as mesas dos mais variados petiscos. Até o sol espreitou nesta hora de degustação depois de ter andado mais escondido durante a manhã.

Depois da habitual fotografia, era tempo para o prometido sorteio que garantiu prémios para todos os participantes, desde t-shirts que são autênticas peças de museu ao mais atual merchandising do clube. Foram bons momentos de convívio e diversão.

Ponto final oficial na primeira Rusga dos Merendeiros que na verdade não queria terminar, já que a caravana aderiu praticamente na totalidade ao convite da organização para fazer o regresso através da estrada que liga Boticas a Cabeceiras de Basto, a R311. E se a manhã já tinha sido animada a tarde excedeu qualquer expectativa: estrada praticamente desimpedida por mais de 50km, com um piso digno de um circuito e um traçado de fazer inveja às melhores estradas alpinas. Um misto de sensações entre a adrenalina transmitida pelo ritmo mais exigente e a paz de uma paisagem arrebatadora. Difícil arranjar melhor final para um passeio que se queria para andar de mota e assim foi! Fica, desde já, o convite para a próxima Rusga dos Merendeiros marcada para 26 de maio.

Campanha “Traz um Amigo”

Lançada em 2023, a campanha “Traz um Amigo” já dá frutos a alguns sócios em 2024, visto que têm desconto nas suas quotas de 2024 pelo facto de terem inscrito novos sócios em 2023.

A campanha baseia-se em oferecer um mês de quota a cada sócio que traga um sócio novo.

Por cada sócio novo que tragas ao MCP, e num máximo de 12, o MCP oferece-te um mês de quota. Assim, e se trouxeres 12 sócios novos e enquanto eles permanecerem sócios, as tuas quotas custarão “zero”. Se o novo sócio partir/deixar de ser sócio, esse desconto acaba!

Cada novo sócio, cada mês oferecido!

Aproveita! Faz crescer o teu Moto Clube diminuindo o teu custo…!

Os sócios que angariares este ano, serão descontados no valor da tua quota no ano seguinte! E enquanto eles forem sócios, o teu desconto mantém-se!

Vamos premiar o primeiro sócio que angariar 12 novos sócios!

Passeio ao Vale do Côa

ESGOTADO

Agora Inscrições só disponíveis para o dia de Domingo

Do Planalto Mirandês ao Parque Arqueológico do Vale do Côa

Na região nordeste de Portugal, feita de imponentes montanhas, onde no início da primavera florescem amendoeiras e no outono as vinhas se cobrem de folhas cor de fogo, corre para o rio Douro, vindo de sul, um afluente cujo nome se tornou universal: é o Côa, que encerra no seu vasto vale um vigoroso ciclo artístico. Milénio após milénio, as formações rochosas que delimitam o seu leito foram-se convertendo em painéis recobertos de milhares de gravuras legadas pelo impulso criador dos nossos antepassados.

O Douro é um destino idílico, com paisagens deslumbrantes todo o ano, mas no período de transição do inverno para a primavera, a sua transformação é tal que parece receber-nos em festa! Entre finais de fevereiro e inícios de março, os vales vestem-se em tons branco e rosa, com as amendoeiras a florescer e o seu doce perfume anunciando a chegada da primavera.

Evento para todos os motociclistas e motas, sempre por estradas pavimentadas e em três andamentos diferentes.

Início:

Na sexta feira, dia 22 de Março, viagem individual para a zona do evento, onde podes usufruir das comodidades de um hotel de quatro estrelas, nomeadamente SPA, massagens e piscina interior.

No sábado, dia 23 de Março, com a viagem individual da tua residência para um miradouro a 180 km do Porto, onde se inicia o evento. Partida às 10 horas para percurso fabuloso, almoço em local deslumbrante, visita a museu e dia inesquecível. Regresso ao hotel pelas 17 horas e às 20 horas jantar do grupo em restaurante da cidade.

E para aqueles que apenas podem dispor do domingo, viagem individual para o ponto de encontro com o evento principal. No hotel do evento, pelas 9 horas ou pelas 11 horas, a 200 km do Porto em lugar emblemático. Após percurso sinuoso e paisagens fantásticas, vamos visitar um belíssimo restaurante, junto ao rio douro, onde será servido o almoço.

Após o repasto, saída em caravana por estadas deslumbrantes e sinuosas, com paragens em vários miradouros. Término do evento na área de serviço de Vila Real, na A4, com regresso livre para os locais de residência dos participantes.

Não deixes a tua inscrição para a última hora. A oferta hoteleira é limitada e pode esgotar-se a qualquer momento.

Inscreve-te, pois as inscrições para este evento são “On-Line”. Data limite da inscrição 15 de fevereiro de 2024.

Em caso de duvidas liga para Paulo Mendes – 939002545 ou email  Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Preço da inscrição por pessoa 115 € / 130€ não socio. Inclui dormida de sábado em hotel de 4 estrelas, em quarto duplo, com pequeno almoço incluído, visita a museu, almoço de sábado, jantar de sábado e almoço de domingo.

Noite de sexta 40 € por pessoa em quarto duplo.

Inscrição apenas para domingo 30€ / 40€ não sócio

Inscrição em quarto single acresce 40€ por noite.

Mais inscrições completas só sob consulta e se houver mais disponibilidade de alojamento.

Calendário de muita animação para 2024

Contas e plano de atividades apresentados em Assembleia geral

Contra ventos e marés, resistindo a vários contratempos, ultrapassando períodos muito complicados como foi o caso do COVID-19 e respondendo de forma cabal a muitos arautos da desgraça, o Moto Clube do Porto apresentou o Relatório de Contas de 2023 marcado por números bem positivos, e revelou um orçamento e um programa de atividades para 2024 que confirma as ambições do clube, a um passo de cumprir o 38.º aniversário. Dados concretos que atestam a vitalidade do MCP que, no ano passado, organizou e marcou presença coletiva em 71 eventos, ao longo de 120 dias, envolvendo 1495 pessoas num total de 355.038 km percorridos.

Para 2024, o Programa de Atividades apresentado nesta reunião magna por Luís Pires, o mais jovem elemento dos Corpos Sociais, conta já com 57 eventos programados (contra os 45 por esta altura em 2023), número que poderá e deverá crescer, nomeadamente com atividades que venham a ser propostas pelos sócios. Depois do Jantar de Reis e do Passeio de Reis, os sócios que se deslocaram à sede social do MCP, descobriram o próximo desafio, batizado de Rusga dos Merendeiros, um passeio extremamente acessível, com almoço em piquenique num local de enorme beleza. E ficaram também a conhecer os Passeios das Quatro Estações, tanto na vertente de estrada como de todo-o-terreno.

Por entusiasmantes estradinhas asfaltadas do Minho, com imensas curvas, muito prazer de condução e belas paisagens, o Rui Carvalho e Castro levará a caravana estradista do Passeio de Inverno, a 3 de março, enquanto duas semanas depois, a 17 de março, será a vez do Joaquim Alves levar o pelotão de aventureiros por trilhos fora-de-estrada.

Nesta apresentação foram ainda desvendados alguns pormenores do Passeio a Foz Côa (22 a 24 de março), organizado pelo Paulo Mendes, e que surge como espécie de continuação do Passeio ao Planalto Mirandês, à procura de encontrar as amendoeiras em flor, por estradas pavimentadas e com pouco movimento.

De espírito bem diferente o 28.º Moto Rali do Moto Clube do Porto decorrerá nos dias 20 e 21 de abril, na zona de Castro D’Aire, enquanto a já tradicional ReVolta Motorraliana proporcionará uma aventura diferente, ao longo de 7 dias por estradas do sul de Espanha, incluindo locais que são classificados pela UNESCO como Património da Humanidade.

Mas, revelando a heterogeneidade dos sócios do MCP, foi lançado o desafio para a presença em eventos do Touring World Challenge, nomeadamente o FIM Mototour das Nações, em Granada, no final de agosto, e, ao mesmo tempo, para eventos mais ‘caseiros’. Como é o caso do Passeio a Castelo Branco, proposto e organizado pelo sócio Pedro Soares Lopes em meados de setembro, com promessa de descobertas surpreendentes na gastronomia, folclore, história e paisagens da Beira Baixa.

Um calendário intenso, com atividades em praticamente todos os fins-de-semana do ano, e que abrangem os mais diversos âmbitos, de atividades na sede aos passeios de todo-o-terreno, passando pelas mais longas viagens e pelas ações de apoio social. E que deixou os sócios presentes na Assembleia geral com sorrisos estampados nos rostos, proporcionando muitas e diversificadas oportunidades para fazer o que mais gostamos: passear de moto!

Jantar de Reis foi verdadeira ode aos sócios

Juntaram-se os sócios na Quinta dos Choupos
Para uma grande festa no Jantar de Reis
E para quem pense que éramos poucos
A contagem ficou-se pelos setenta e seis

Foi uma noite de alegria e grande festa
Que serviu também para homenagear
Os sócios que se distinguem da floresta
Com diplomas para mais tarde recordar

Na Gala de Prémios do Moto Clube do Porto
Receberam, pois, uma especial distinção
Os que encontram na moto o seu conforto
E defendem o emblema com toda a dedicação

Mais habituado a andanças internacionais
Está o Fonseca que do Porto é oriundo
E que este ano até fez muito mais
Sagrando-se como Campeão do Mundo

No Restaurante Choupal dos Melros
Foi aplaudido como Sócio do Ano
Aquele que canta todos os géneros
O Rui Marinho, um grande ser humano

E já depois da Vitela à Padeiro
Homenageou-se um aventureiro
Que a volta completa ao Mundo deu
Com uma mini Honda que nunca cedeu

E eis que passada a quadra natalícia
Outro diploma um jovem recebeu
Depois de na Tunísia ser notícia
Chama-se Ricardo e é de Viseu

Mas foi mais além a festa tradicional
Distinguindo o sócio Fabio Cordeiro
Com prémio que não fica nada mal
Para quem é um grande companheiro

E assim se fez a festa com os sócios
Que são a verdadeira alma do clube
Sendo que nos próximos equinócios
Não há ninguém que os derrube

Entrados em dois mil e vinte e quatro
E com muitos passeios agendados
Será que vamos voltar ao anfiteatro
Para de novo sermos premiados?

José Fonseca

Rui Marinho

Fábio Cordeiro

Ricardo Ferreira André Sousa

Mais fotos por Ricardo Falcão

MCP nos PINGUINS 2024

Apesar das notícias terrificas sobre o frio que se abateu sobre a península ibérica, na prática motard nada de novo. Dia magnífico para andar de mota. Estamos em Janeiro e não é de esperar que estejam 20 graus.
Saída do Porto com algumas nuvens no céu. Temperatura normal para a época.
Estradas impecáveis para condução, secas e limpas.
Saída pela A4. Paragem na área de serviço de Vila Real para o café da praxe. Pelo IC5 até ao IP2, não chegando a entrar na Beira Alta.
Efetuado esse troço de ligação banal, começou a "aventura' por estradas estreitas, sinuosas e belíssimas.
A Passagem pela aldeia Açoreira em direção a Maçores, proporcionou sensações incríveis de condução.
Almoço no Freixo de Espada à Cinta, num restaurante acolhedor e que nos serviu uma carne de sabor divinal.
Após o repasto e depois de pôr a conversa em dia, o grupo prosseguiu viagem pelo miradouro de Mazouco, pelo miradouro da cruzinha e entrado no planalto Mirandês, não podemos perder o miradouro de Santa Bárbara.
Em seguida, passagem na barragem de bemposta em direção Fermoselhe.
Chegada à Concentração ao fim da tarde já com o sol a desaparecer no horizonte.
Por Paulo Mendes
Ler mais...

Passeio de Reis abençoado pela chuva

Moto Clube do Porto e Mototrofa juntos na aventura da descoberta das tradições e da História

Sendo verdade que nem a chuva pode travar um motociclista, não menos verdade é que nem a água vinda do céu conseguiu desmotivar os sócios do Moto Clube do Porto e os amigos da Mototrofa para o Passeio de Reis. E o dia até começou bonito…

As previsões eram excelentes. Não as climatéricas, que essas já antevíamos acinzentadas. Mas sim aquelas que rodeavam o Passeio de Reis Moto Clube do Porto/Mototrofa. E essas foram integralmente cumpridas! O tempo esteve invernoso, piorando ao longo do dia, mas sem nunca desmotivar as dezenas de participantes que bem cedo saíram da Trofa, ainda sem chuva e com uma temperatura agradável. Para uma horinha com bastantes curvas passando pelo Aeródromo da Maia e pela Agrela, até Lordelo e à primeira descoberta do dia.

Início com curvas e uma caixa de aventuras

Inaugurado em final de novembro, The Adventure Box é um espaço ímpar no panorama motociclístico no Norte de Portugal, fruto da parceria entre a Longitude 009, representante da Touratech em Portugal e a empresa Here We Go, de Nuno Almeida, especializada no transporte nacional e internacional de motos. Um espaço onde, além dos equipamentos e acessórios de marcas conceituadas como a Touratech, NEXX, Sidi, Garmin, Scott, Sena, Ram-Out ou Oakley, a caravana foi recebida pela simpática Sónia Almeida com café e cuscus, o doce tradicional de Lordelo criado e produzido pela pastelaria Lordoce.

Duas novidades num momento de agradável conversa e onde não faltaram opiniões e palpites sobre os muitos acessórios para todas as motos, antes de voltar à estrada rumo a Valongo. Perceber a importância da indústria da panificação na história valonguense era a meta e, para começar, nada como descobrir um ponto marcante nessa história. A ponte do Rio Ferreira, construída no século XIV foi ligação vital entre o Porto e Amarante desde a Idade Média, tendo uma casa de portagem onde eram cobrados os impostos sobre vinho, azeite e carne vendidos na freguesia. Mais tarde, no final do Séc. XVIII, passariam a ser cobradas as taxas pela passagem do pão e trigo, impostos destinados às obras da Igreja Matriz de Valongo e à construção da estrada até ao Porto.

Mas a importância da Ponte de Ferreira, estrutura em granito, formada por três arcos separados por dois quebra-mares e com tabuleiro plano, estende-se a um momento marcante da História de Portugal, sendo palco do confronto entre Miguelistas e Liberais, em 1832. Momento importante no cerco do Porto, a Batalha da Ponte de Ferreira impediu o exército Liberal de atravessar o rio, com triunfo das forças Miguelistas.

Biscoitos de importância sócio económica

Aula de história que abriu o apetite para as doçarias da tradicional fábrica de biscoitos Paupério & Companhia, casa criada em 1874 por António de Sousa Malta Paupério e Joaquim Carlos Figueira. Tempo para provar vários biscoitos tradicionais que utilizam as mesmas receitas desde a sua criação, e produzidos de forma bastante artesanal. Tendo mesmo alguns equipamentos que são autênticas peças de museu, mas que nunca foram obstáculo para produtos de elevada qualidade.

Em ano de comemoração do 150.º aniversário, a visita à Paupério ajudou a perceber melhor a importância fulcral da indústria da panificação no tecido sócio económico do concelho de Valongo.

Matéria aprofundada na Oficina da Regueifa e do Biscoito, espaço dedicado à preservação e promoção do importante património cultural que representa esta atividade secular. E que muito surpreendeu os motociclistas num edifício cuja função vai muito além de ‘simples’ espaço museológico e onde não faltam filmes em 3 dimensões e projeções holográficas.

Almoço na aldeia com sabores tradicionais

Agradável surpresa que fez aumentar as expetativas para o almoço marcado na bucólica aldeia preservada de Quintandona. Lugar na freguesia de Lagares, Penafiel, a menos de 30 minutos do Porto, que se destaca belíssimas casas de xisto, lousa e granito ao longo das estreitas ruas, e que foram devidamente recuperadas graças à tenacidade de alguns habitantes e da CasaXiné. Associação que preparou um repasto tão tradicional como a arquitetura cuidadosamente preservada, começando por uma caseira broa de milho e umas deliciosas pataniscas de bacalhau, acabadinhas de fazer, preparação para o poderoso caldo de Quintandona que deixou todos extremamente satisfeitos e com o estômago e alma bem aquecidos.

Mas não foi só! Seguiu-se um misto de carnes assadas em forno a lenha acompanhado por batatas e arroz que a todos deliciou e que foi rematado com umas rabanadas de comer e chorar por mais. Um café da pura, feito num tradicional pote de barro preto, rematou uma refeição que reforçou os sorrisos e permitiu aguentar a chuva, cada vez mais forte, que haveria de acompanhar a caravana por algumas das mais belas estradinhas da Rota do Românico.

Final de passeio bordado a ouro

Mas, num evento que se quer de descoberta, não poderiam faltar os encontros com a História e, depois da Ponte de Ferreira, o Passeio de Reis MCP/Mototrofa visitou ainda a Casa Branca de Gramido. Local onde, em 29 de junho de 1847, foi assinado o tratado que pôs fim à guerra civil entre cartistas e setembristas que durava desde 1846, e atualmente transformado em versátil espaço cultural multifacetado. Onde, além de exposições temporárias e outras atividades sazonais, está instalado o Museu Municipal da Filigrana de Gondomar.

Local de eleição para descobrir a história da indústria aurífera, desenvolvida no Concelho desde o tempo dos Romanos, e apreciar um vasto espólio de peças de ouro e prata, mas também materiais diversos que mostram a evolução técnica da ourivesaria ao longo dos anos. Descobrir como são feitos famosos corações em filigrana, popularizados em todo o Mundo graças à ação de Sharon Stone, ver as réplicas do Santuário de Fátima ou o vestido em Filigrana foram apenas alguns dos motivos de interesse descobertos neste bem localizado solar do Séc. XVIII. Muito perto do Porto e excelente ponto final para um passeio a que nem a chuva retirou o brilho, permitindo uma rápida viagem de regresso a casa.

MCP distinguido pela Federação Internacional de Motociclismo

E vão quatro!...

E não é que conseguimos o tetra? Após as conquistas em 2020, 2021 e 2022, o Moto Clube do Porto assegurou, pela quarta vez consecutiva, o triunfo no FIM Touring World Challenge organizado pela Federação Internacional de Motociclismo. Nesta prova inequívoca do entusiasmo mototurístico além-fronteiras dos sócios do MCP, o nosso/vosso clube mantém-se como totalista nesta saudável competição que conta com eventos nos quatro cantos do Mundo. De Portugal, onde pontua o Portugal de Lés-a-Lés e a Concentração de Faro, ao México ou à Tunísia, passando pelos mais diversos pontos na Europa.

Eventos de características diversificadas onde prima o gosto de andar de moto, de descobrir novas paisagens e confraternizar com motociclistas de todo o Mundo. A presença, assídua e sempre marcante, dos sócios do Moto Clube do Porto, em grande número, determinou a maior pontuação neste Challenge. E assim, valeu presença do MCP na Gala dos Campeões da FIM, este ano realizada em Liverpool, Inglaterra, onde o presidente da Direção, acompanhado por alguns dos sócios que ajudaram o Clube a vencer este Challenge, recebeu o diploma que distingue o MCP como Vencedor do Touring World Challenge.

E como uma distinção nunca vem só, o José Fonseca, um dos sócios fundadores do Moto Clube do Porto, também assegurou a vitória individual entre os motociclistas que competiam neste Challenge individual. Assim, os 2 diplomas do Touring World Challenge atribuídos pela FIM vieram para Portugal e para o Moto Clube do Porto.

Ler mais...

Noite de Tertúlia com Rabanadas

Viagem à Tunísia, Conquista do TWC e Noite da Rabanada

A tão aguardada Noite da Tertúlia - Viagem à Tunísia, evento especial dedicado à partilha de histórias desta viagem e dos seus momentos mais interessantes, teve lugar na passada sexta-feira 15 de Dezembro.

Reunidos na sede num ambiente acolhedor e animado, alguns dos sócios participantes nesta viagem estiveram presentes para com entusiasmo compartilhar as histórias desta aventura.
De destinos exóticos até descobertas surpreendentes, acompanhadas por imagens de rara beleza, cada história foi um convite para viajar sem sair do lugar.
Este convívio foi o momento perfeito para compartilham experiências e a paixão por viagens explorando o mundo de moto.

Em simultâneo a nossa querida Amélia, reconhecida pela sua habilidade culinária, ofereceu a todos os presentes as suas famosas rabanadas! Acompanhadas por um generoso vinho do Porto, oferecido pelo clube, foi o complemento perfeito para uma noite de convívio memorável.

Mais noites de Tertúlia se avizinharam com outros temas de interesse, sendo a oportunidade de desfrutar de boa companhia, partilha de experiências e momentos inesquecíveis de convívio.
Por isso, se tens algum tema que gostasses de ver abordado, faz-nos chegar a tua ideia para a podermos incluir nestes evento da sede.
Outras tertúlias se seguirão, estejam atentos para os próximos… Esperamos por vocês!

Ler mais...

MCP e José Fonseca em destaque na Gala dos Campeões

MCP na Gala dos CampeõesNum dos momentos altos da noite no Casino do Estoril, o Moto Clube do Porto subiu ao palco do Salão Preto e Prata para ser distinguido na Gala dos Campeões da Federação de Motociclismo de Portugal. O triunfo coletivo no FIM Touring World Challenge e a vitória individual do sócio José Fonseca foram motivo de grande ovação pelos muitos convidados que se juntaram para homenagear todos os campeões nacionais das diversas modalidades do motociclismo, bem como campeões da Europa, vencedores de Taças do Mundo, pilotos das Seleções Nacionais e, claro está, o MCP, único clube na lista dos distinguidos.

E se o MCP já tinha, por três vezes, recebido tamanha honra, foi a primeira vez que um motociclista português conseguiu sagrar-se como FIM Touring World Challenge Rider Winner, obra do empenho e dedicação de José Fonseca, sócio n.º 14 do MCP. Que, na hora dos agradecimentos, salientou “a importância da família, dos amigos que apoiaram esta aventura e dos sócios do Moto Clube do Porto, para conquistar um triunfo que é dedicado a todos os motociclistas portugueses”.  Numa noite de gala, onde entre os inúmeros distinguidos brilharam outros dois nomes bem conhecidos do clube, Pedro Bianchi Prata e Diogo Vieira, o MCP esteve presidencialmente bem representado pelos responsáveis máximos da Direção, Rui Carvalho e Castro, e da Assembleia geral, Paulo Ribeiro, que partilharam mesa com os bons amigos do Moto Clube da Covilhã – Lobos da Neve, representados pelo seu presidente, Rui Santos.

Assembleia Geral Ordinária

Convocatória

Venho por este meio convocar todos os associados do Moto Clube do Porto para a Assembleia geral ordinária agendada para o dia 19 de janeiro de 2024, sexta-feira, pelas 21.30 horas, na sede social do Clube sita na Rua Aurélia de Sousa n.º 71, Porto, com a seguinte ordem de trabalhos.

  1. Apresentação do Relatório de Atividades e Contas de 2023 do Moto Clube do Porto
  2. Apresentação do Orçamento do Moto Clube do Porto para 2024
  3. Apresentação do Programa de Atividades do Moto Clube do Porto para 2024
  4. Outros assuntos de interesse do Clube

Caso à hora marcada não estejam presentes 50% dos sócios do Moto Clube do Porto, a Assembleia-geral terá início 30 minutos mais tarde com os associados presentes.

Porto, 01 de dezembro de 2023

O Presidente da Mesa da Assembleia geral

Paulo A. M. Ribeiro

Vencedores do Touring World Challenge!

Caros sócios e entusiastas das duas rodas,

É com imenso orgulho que anunciamos que o Moto Clube do Porto irá marcar presença na prestigiosa Gala dos Campeões da F.I.M. para receber, pela quarta vez consecutiva, o troféu de vencedor do Touring World Challenge na categoria coletiva (clubes). Além disso, o nosso estimado sócio José Fonseca também será homenageado como vencedor individual neste emocionante challenge.

Este feito notável não só consagra o nosso clube como um verdadeiro ícone do motociclismo, mas também estabelece um precedente difícil de alcançar nesta nova categoria Touring da Federação Internacional de Motociclismo.

A nossa dedicação incansável, paixão pelas motos e trabalho em equipa foram fundamentais para alcançarmos este sucesso extraordinário. Estamos extremamente gratos aos nossos sócios participantes, apoiantes e a todos aqueles que contribuíram para esta conquista única.

Esta vitória é um testemunho da nossa excelência clubista e reforça ainda mais o nosso compromisso em promover a cultura motociclista e representar Portugal a nível internacional.

Parabéns ao Moto Clube do Porto e ao nosso sócio José Fonseca por essa conquista magnífica. Continuaremos a trabalhar arduamente para elevar o nome do clube e representar Portugal com excelência no mundo do motociclismo.

Juntem-se a nós nesta celebração! No próximo evento social do clube, teremos uma noite especial dedicada às nossas conquistas recentes. Será uma oportunidade única para partilharmos histórias emocionantes e fortalecermos ainda mais os laços que nos unem de um grande espirito motociclista.

Agradecemos a todos pelo apoio incondicional ao longo desta jornada e contamos com a vossa presença nesta ocasião memorável.

Viva o Moto Clube do Porto, vencedores do Touring World Challenge! 

Passeio Trails de Outono MCP / Touratech 2023

A fresca penumbra matinal fazia as honras da casa lá para os lados de Ponte de Lima e, uns após os outros, os bem-dispostos participantes foram colorindo o parque de estacionamento da Taberna Terras do Eido, respondendo à chamada do MCP para o Passeio de Trails de Outono, neste domingo 26 de novembro 2023! Caras habituais e caras novas (muito bem-vindas), atentos ao briefing da organização referindo as habituais informações programáticas, estruturais, de segurança e até ambientais…

Após um início por entre vinhas do conhecido verde da região, a alegre caravana começa a aquecer com alguns caminhos de piso maltratado pelas chuvas das últimas semanas, mas também a deliciar-se com as vistas e envolvimento natural, passando os lugares de Vacariça e Miranda, porta de entrada na Paisagem Protegida do Corno do Bico: que delícia passear por entre estes encantadores bosques de cores vivas e flora autóctone, também cavalos e gado bovino a compor o cenário, privilégio da natureza!

Agora os rápidos estradões levavam-nos por entre montes e vales, umas vezes a avistar Arcos de Valdevez, outras Paredes de Coura até à paragem no altaneiro Miradouro do Corno do Bico onde tão bem soube o lanchinho que aguardava nas mesas do parque de merendas, agradecimento aos voluntários!

Com as vistas deliciadas e a barriguinha calçada, continuam as fantásticas e frescas florestas, passagem pela Lagruja, rumo à capela de Santa Rita, bem no alto do monte de Santa Cristina, onde o “xiripiti” temperava conversas e histórias. Sempre muito animados, os últimos quilómetros de todo-o-terreno foram a bom ritmo, com o final já nas Pedras Finas de onde a curta ligação a Brandara leva a caravana de volta à “casa da partida”, e que casa!!!

De muito bom gosto na decoração, recordando-nos a saudosa mercearia da nossa aldeia, a Taberna Terras do Eido é um marco de bem receber e bom degustar:  dos pimentos padrão aos ovos rotos, passando pelos obrigatórios cogumelos recheados, tudo regado pela simpatia e carinho minhoto. Sopa à sobremesa? Não, é para deslaçar, agora vem o bacalhau e a posta laminada….  uma referência, um marco, estamos em casa ou não seja propriedade de um simpatiquíssimo casal de motociclistas!

Tempo ainda para o momento Touratech, mais uma vez patrocinador e apoiante destes eventos, tendo o sorteio bafejado os dois José´s Henriques da caravana: o Maia e o Pereira.

Memorável, o grupo, a organização, os locais, as paisagens, …ficam as imagens que falam por si! Viva o MCP !

Vasco Rodrigues

MCP pelo Planalto Mirandês

Decorreu neste fim de semana de 18 e 19 de novembro o passeio designado pelo Passeio ao Parque de Montesinho e pelo Planalto Mirandês.

Com a maioria dos participantes a chegar na sexta feira, rapidamente o grupo se auto organizou, com o nosso sócio Artur Silva a marcar um simpático restaurante para o jantar.

Convívio e companheirismo pautaram a noite. Foi um serão muito agradável.

Já no sábado, e após uma semana de chuva intensa, fomos premiados com um dia excepcional.

Reunião dos participantes no miradouro de São Bartolomeu. Pelas 10 horas saímos para o percurso. A Cidade de Bragança envolta em nevoeiro, com o seu castelo a sobressair, deu o mote para as deslumbrantes paisagens que iríamos contemplar.

Saída de Bragança pela bela estrada N103-7, em direcção à Portelo. Fábulosa subida para a aldeia que dá o nome ao Parque Natural Montesinho. Estrada pitoresca, sinuosa entre castanheiros, no topo com uma vista deslumbrante sobre o território.

"Entre Montesinho e Rio de Onor.... Terrivelmente lindo." ou "As corres das paisagem são tão fortes e deslumbrantes", foram desabafos de alguns dos participantes deste evento.

Todos desfrutaram da aldeia de Montesinho, e da forma hospitaleira como fomos recebidos pela população local.

Seguido o programa estabelecido, partimos em direção a aldeia de França, onde abandonamos a EN103-7, para uma pitoresca estrada municipal M501, junto ao rio Sabor. Passagem por Aveleda e Varge até Rio de Onor.

A aldeia, inserida no Parque Natural de Montesinho, é atravessada pela fronteira com Espanha.

De um lado, Rio de Onor, do outro, Rihonor de Castilla. Casas típicas serranas em xisto com varandas alpendradas, enquadram a paisagem, atravessada pelo Rio.

De coração comunitário, tem nos seus habitantes o maior património. Um lição de vida, memória comum, lição de empatia.

Saída em direção ao almoço, para a aldeia de Babe. No restaurante Lombadas, foi servida a tradicional POSTA, para deleite dos 21 presentes.

Após o repasto, novamente à estrada. Para a fronteira primitiva de Quintanilha, local onde recebemos o João Pedro Pereira e o Tito Baião, vindos de Macau, em 1999.

Dois motociclistas portuenses efectuaram, entre Agosto e Outubro desse ano uma ligação terrestre inédita de Macau ao Porto, percorrendo, sempre em duas rodas, um total de 28.500 quilómetros, em 75 dias e através de 15 países.

Este local avivou memórias de outros tempos, sobre esta fronteira, partilhada com os participantes mais novos, que ouviram incrédulos, como era atravessar a fronteira para Espanha. A burocracia, as revistas ás malas das motas, entre outras coisas.

Depois dessas estórias, fomos "arredondar os pneus", na N218 em direção a Bragança, para delícia dos mais novos que sentiram a adrenalina de encadear curvas, com subidas e descidas, envolvidos entre paisagens deslumbrantes.

Fim do dia de sabado, pelas 17 horas, na cidadedela de Bragança, com uma subida ao castelo sem complicações de condução. Percurso escolhido para ser acessível a todos os participantes.

Alguns participantes ainda tiveram o privilégio de seres servidos pelo Chef Luis Portugal (vencedor de uma das edições do programa de TV Master Chef ) e com recomendações Michelin à 5 anos consecutivos. Muito simpático por sinal. O seu establecimento (Tasca do Zé Tuga) fica mesmo em frente à porta do Castelo, e apesar de fechado serviu umas bebidas à malta.

Já o jantar de sábado impressionou os 18 participantes, pela sua localização muito perto do hotel, quantidade e qualidade excepcional da refeição. O Restaurante Emiclau ficou marcado como uma referência para novas visitas à cidade de Bragança.

No Domingo, a cidade de Bragança estava dentro de uma gigantesca nuvem. Rodamos com calma até ao centro interpretativo das minas de Argozelo.

Com as explicações do Sr. Pedro, cicerone do edifício, percebemos melhor as vivências das populações e a importância estratégica das minas no contexto mundial do século passado.

Novamente na estrada, em direcção da Ermida de Nossa Senhora da Luz, local emblemático onde se realiza uma festa conjunta entre portugueses e espanhóis, com umas vistas magníficas. Mas infelizmente a gigantesca nuvem que cobria o Planalto Mirandês teimava em não dissipar.

Curiosamente, o terreiro exterior da ermida estava cheio de cogumelos enormes, motivo de interesse e proporcionando fotografias espetaculares.

Dadas as condições meteorológicas, não fizemos as visitas a todos os miradouros previstos e seguimos em direção à barragem de Miranda, precedida por uma pausa para café e visita à rua das lojas em Miranda do Douro, onde são vendidos atoalhados a espanhóis, e que levantou o interesse a alguns participantes.

Na barragem de Miranda do Douro, observamos o Rio Douro na sua cor natural. Após as fotos da praxe, seguimos em direção a Mogadouro, passando no centro da Vila de Sendim, onde podemos contemplar a lgreja Matriz de Sendim, lgreja de Santa Barbara e a Capela da Boa Morte.

Fim do evento em Mogadouro, às 13 horas em ponto, no restaurante a Lareira para saborear mais uma iguaria transmontana.

Algumas fotos da Organização e muitas partilhadas pelos participantes no grupo do evento.

Música na Sede relembrando sucessos!

Na passada sexta-feira, 10 de novembro, houve Música na Sede com Rui Marinho, e foi simplesmente incrível! 

Mesmo com a muita chuva, foram muitos os sócios que se aventuraram a vir à sede, e embarcar numa experiência musical inesquecível.

A atmosfera estava fantástica e o público apreciou cada tema. Abrindo com "Led Zeppelin, Stairway to Heaven", até o final da apresentação todos os presentes se entregaram totalmente à experiência musical. Foi uma noite memorável para os muitos sócios presentes, com um repertório de grandes sucessos.

Além disso, o petisco da noite, as deliciosas batatas fritas Gourmet, foram muito apreciadas por todos, e por isso passarão a fazer parte da ementa na sede.

Esta foi a combinação perfeita entre música de qualidade e ótimos petiscos, o que fez desta noite memorável a repetir!

Por isso se não puderam vir, não faltem no próximos eventos  na sede, pois são uma verdadeira celebração.

1º Virées ou as volta e voltinhas Alpinas

Importante evento do FIM TOURING WORLD CHALLENGE, para pontuar e manter as aspirações à vitória ao título individual, 3 sócios do clube compareceram à partida para mais esta nova aventura por terras helvéticas.

Viajar de moto por esta parte da Europa, é sempre de enriquecer a alma… primeiro pela sua quietude, depois pelas suas intricadas estradas de montanha….
Até lá chegar já o caminho passava pelo emblemático hotel abandonado mais famoso do mundo… Furkapass, hotel Belvédere, onde o Moto Clube do Porto ficará para sempre…

Depois se num fim-de-semana especial subir a um dos cumes Alpinos seria… digamos… normal!…
Agora subir mais de meia dúzia deles incluindo o famoso Stelvio, uma das 10 mais perigosas estradas do mundo… numa maratona de 8+4 horas num dia e +4 horas noutro… com condução que se prolonga por uma noite escura como breu! em estradas de montanha com curvas de 180º… isso sim já é coisa séria! Digamos até que muito perigosa!
Pois!… mas foi isso mesmo que se passou no primeiro fim-de-semana de outubro.

Ainda assim, todos os 3 sócios pontuaram e continuam na corrida para a vitória, mas deixaram definitivamente para traz toda a concorrência.
O MOTO CLUBE DO PORTO é portanto o principal candidato quer à vitória coletiva quer à individual…