Início

Se o destino for alcançável de moto
nós iremos lá!

Webmail Área Reservada

Jantar de Reis 2022

TWW 2021Conscientes do momento que estamos todos a passar, mas ponderando a importância de estarmos juntos, o MC Porto decidiu avançar com o tradicional jantar de Reis, possibilitando aos sócios e famílias um singelo convívio que celebra a “nossa família” e o clube em si.

Homenageando os sócios que mais se distinguiram ao longo do ano e que mais se dedicaram ao clube, bem como todos os nossos sócios que continuam a fazer com que este clube seja “Grande” e vivo!

Com as condições de segurança e qualidade que procuramos para todos os nossos eventos, o jantar de Reis este ano vai ser no Hotel Holliday In, em Gaia, em espaço próprio e com refeição completa. Refeição esta que com as entradas, os seus dois pratos e sobremesas,
bem como os líquidos que a acompanham, será de certeza do agrado de todos.

Faremos a festa de forma invertida, atribuindo primeiro os prémios e os discursos, para depois podermos tranquilamente disfrutar do momento e da refeição…

O valor deste jantar é de 30€ por pessoa, e está previsto das 19h00 até as 23h00, no dia 22 de Janeiro de 2022.
Devido as medidas de segurança e do distanciamento obrigatório, agradecemos façam as vossas inscrições
o mais brevemente possível
, para se poder organizar o espaço de forma a podermos estar todos tranquilos e
confortáveis!

Inscrições para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou ainda para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou para qualquer um dos membros dos corpos sociais.

Qualquer duvida não hesites e contacta-nos.

Nuno Trepa Leite - 917535493

José Fonseca - 919352318

Preparar o futuro com confiança

Assembleia-geral a 14 de janeiro mostra contas e calendário de 2022

Talvez o balanço seja mais rápido do que habitualmente. Infelizmente – dizemos nós – depois de um ano marcado por adiamentos e cancelamentos de eventos por força da instabilidade causada pela pandemia. Mas, mais importante é olhar o futuro com confiança. E por isso, a Assembleia-geral do Moto Clube do Porto, marcada para dia 14 de janeiro, vai servir não só para apresentar as contas do ano findo como lançar as bases para um 2022 que se quer muito diferente.

Apresentar o orçamento delineado e, não menos importante, dar a conhecer o programa de atividades para 2022 são as notas principais desta AG construindo um futuro que não pode parar. Depois do ponto alto da noite, com a garantia de que haverá eventos para todos os gostos, tempo para discutir outros assuntos de grande importância para a vida do MCP. Reunião magna que, atendendo às limitações anunciadas, deverá acontecer também por via digital, com acesso publicado no site do clube e nas páginas oficiais das redes sociais.

Convocatória

          Venho por este meio convocar os associados do Moto Clube do Porto para a Assembleia-geral ordinária agendada para o dia 14 de janeiro de 2022, sexta-feira, pelas 21.30 horas, com a seguinte ordem de trabalhos.

  • Apresentação do Relatório de Contas de 2021 do Moto Clube do Porto
  • Apresentação do Orçamento do Moto Clube do Porto para 2022
  • Apresentação do Programa de Atividades do Moto Clube do Porto para 2022
  • Outros assuntos de interesse do Clube

          Atendendo às circunstâncias excecionais que vivemos e às limitações impostas para a presença física na sede, a Assembleia-geral será transmitida em plataforma eletrónica. Pelo facto de tratar-se de uma reunião ‘virtual’, o início da AG terá lugar às 21.30 horas, em primeira convocatória.

                                      Porto, 10 de dezembro de 2021

                                      O Presidente da Mesa da Assembleia-geral

Paulo A. M. Ribeiro

Passeio de Natal adiado

O agravamento da situação sanitária a nível mundial, com o surgimento de nova variante do SARS-CoV-2 e aumento do número de casos também em Portugal, levou o Moto Clube do Porto e a Mototrofa a adiar o Passeio de Natal. Decisão particularmente difícil de tomar, mas aquela que se afigurou como mais lógica tendo em conta o panorama nacional, com limitações acrescidas e o grande esforço pedido a todos os cidadãos.

É verdade que queremos, e muito, passear! Mas, não menos verdade é que sempre respeitamos a máxima segurança nos eventos que organizamos. Voltamos a colocar a responsabilidade social em primeiro plano, atitude que aconselhou o adiamento deste Passeio de Natal para depois do mais problemático período de festas. E, assim, temos a certeza de que a saúde dos sócios do Moto Clube do Porto e dos clientes e amigos da Mototrofa estará salvaguardada.

Trata-se de um adiamento e não do cancelamento porque este passeio vai mesmo realizar-se! Já fora do período natalício, é certo, mas com a certeza de que, com o belíssimo percurso já delineado e as várias visitas agendadas, será seguramente um evento de grande sucesso em qualquer época do ano. Tomada de posição que os nossos parceiros neste evento apoiaram, deixando claro que estarão prontos a receber-nos assim que a situação sanitária o permitir.

Passear pelo Minho com prenda de esperança

MCP e Mototrofa em Passeio de Natal Solidário

Motociclista: (substantivo, 2 géneros). Aquele ou aquela que anda de moto. Espécie humana que tem na moto o principal meio de deslocação; pessoa de cariz prático, que aprecia a condução e valoriza a mobilidade; diz-se daquele(a) que gosta de passear em grupo e que é solidário por natureza.

Isso mesmo, solidário! Por isso, neste ano atípico, vamos conferir um cariz diferente ao Passeio de Natal do Moto Clube do Porto/MotoTrofa, no sábado, dia 11 de dezembro. Gostamos de marcar o nosso ritmo, mas temos uma grande capacidade de adaptação ao meio envolvente. Por isso, a tradicional passeata em que juntamos sócios e os amigos do concessionário Honda e BMW da Trofa, terá uma configuração ligeiramente diferente do habitual. Mesmo se as boas estradas, belíssimas paisagens e a gastronomia continuam a ser o ‘leitmotiv’ deste evento…

Evento que, este ano, terá também um papel de importante solidariedade para com alguém que tão bem nos acolheu no Passeio de Natal de 2016, com final memorável na Quinta do Prazo, em Valença. Pois bem, o Martin, filho da chef Amaya Guterres e do gerente Paulo Fonseca, sofreu um gravíssimo acidente que quase lhe custou a vida. Vai fazer um ano por alturas do nosso passeio que o carro em que seguia foi colhido por um comboio, mesmo à porta de casa, em Caminha, e o jovem sofreu lesões cerebrais e da medula que causaram uma tetraplegia. A família não se poupa a esforços na tentativa da recuperação de Martin, cuja luta pode ser acompanhada na página do Facebook, Martin, O Guerreiro. É este jovem, esta família, que queremos ajudar no nosso Passeio de Natal, com parte do valor da inscrição a reverter para ajuda na fisioterapia e outros cuidados médicos para voltar a ver o Martin sorrir.

Um passeio com arranque na Trofa, de barriguinha composta com o já tradicional Bolo da Trofa e outras petisquices a acompanhar o imprescindível café, servido a partir das 8 horas. A partida acontece às 8.30 h, com os depósitos atestados, rumo ao Gerês, com direito a autoestrada até Braga e passagem pela espetacular Mata da Albergaria em direção a Rio Caldo. Sim, vamos atravessar a fronteira para voltar a entrar em estradas nacionais em Ameijoeira/A Meixueira, rumo à Branda de Aveleira, aldeia tradicional repleta de motivos de interesse. O almoço espera-nos no restaurante O Brandeiro, com direito a prova de queijos Prados de Melgaço e enchidos caseiros (incluindo um presunto de eleição…) antes do prato principal. Umas espetaculares costelinhas de vitela cachena acompanhadas de batatinhas assadas e vinho verde Soalheiro ou outra bebida mais a gosto.

Garantia de sucesso absoluto rematado pelo bucho doce, uma iguaria regional sem paralelo no Mundo, e as natalícias rabanadas. Para finalizar, nada como provar esse mesmo mel diretamente das colmeias, brincando com as abelhas. Sim, é verdade! Sem qualquer tipo de proteção especial vai ser possível sentir as abelhas na pele, sem qualquer receio, já que se trata de gentis abelhas criadas segundo o método Buckfast e que, além de produzirem um mel saborosíssimo, não picam!

No final do repasto e antes do regresso a casa, com a autoestrada ali bem perto, será possível, como já vem sendo hábito, comprar diversos produtos regionais e ‘resolver’ de forma bem agradável e original, a dor de cabeça das prendas de Natal.

As inscrições, limitadas, terminam no dia 3 de dezembro, terão o valor de 30 euros para os clientes da Mototrofa e sócios do MCP e de 35 € para todos os que nos quiserem acompanhar. As inscrições podem ser efetuadas na MotoTrofa ou através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou pelo telefone 96.8010833, do Paulo Ribeiro (MCP).

Programa

8.00 h – Receção e café na MotoTrofa. Arranque do Passeio de Natal

10.30 h – Paragem para café e prova de doçaria regional

13.00 h – Almoço na Branda da Aveleira

15.30 h – Visita ao apiário e compra de produtos regionais

16.30 h – Regresso livre ao Porto, por autoestrada ou Estrada Nacional

Ler mais...

Passeio Matinal de S. Martinho

Dia 14 de Novembro na sede pelas 9h30m.

Continuando a saga em descobrir trilhos para um domingo de manha se ir
passear este mês vamos até melres para descobrir a mercearia e tasca
Ferreira.

Com petiscos para todas as idades podes e deves trazer os familiares
para aproveitar o verão de S. Martinho que promete este fds.

O encontro no sitio do costume (sede), para o passeio matinal.

Já sabes inscreve-te que o tasco é curto

Zé Barros - 9366419840 preferência por sms.

Trails de Outono 2021

Domingo, 21 de novembro de 2021

No próximo passeio dedicado às nossas motos Big Trail o destino é o nordeste de Portugal. Vamos percorrer os belos, mas desafiantes trilhos das serras de Santa Luzia, entre Viana do Castelo e Vila Praia de Âncora. Estando muito próximos do solstício de Inverno, os dias por esta altura são muito curtos, pelo que o percurso planeado é curto e feito só da parte da manhã. Arrancando da Praia Norte, em Viana, subiremos à serra, parando junto à capela de Nossa Senhora da Cabeça para o já tradicional chiripiti. Na segunda parte, e depois de descermos a Praia de Âncora, voltaremos à serra, parando num miradouro natural com uma vista fantástica sobre o Atlântico. O passeio termina com um saboroso almoço, servido no já nosso conhecido restaurante do Sérgio.

Programa:

08:45 Encontro na sede do MCP com oferta do cafezinho (com as motos atestadas e preparadas para o percurso)
09:15 Arranque, com a ligação por AE até Viana do Castelo
10:30 Saída do ponto de partida para os trilhos, da Praia Norte
14:00/14:30 Chegada a Carreço, Viana do Castelo, para o almoço
Regresso livre

Grau de dificuldade

O percurso inclui alguns troços com pedra solta e/ou regos de nível de dificuldade médio, não sendo indicado a estreantes. Em caso de chuva a lama está garantida, elevando o nível de dificuldade.

Inscrições

Até ao final do dia 17 de novembro, quarta-feira, para:
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou Joaquim Alves - 93 424 3026

Preço

Sócios MCP: 20 € / Não sócios: 25€
IBAN Moto Clube do Porto: PT50 0010 0000 3859 5020 001 67

Na inscrição está incluído o petisco a meio do passeio e o almoço, servido no restaurante Sérgio, em Carreço, Viana do Castelo.

MCP no Touring Xacobeo 2021 / Volta à Galiza

O Moto Clube do Porto vai estar presente no último evento a contar para o FIM World Touring, organizando o Passeio MCP à Galicia. Este passeio terá inicio na 6ª feira dia 29 de outubro com o encontro dos participantes na sede do Clube após o almoço e saída às 15h. 

Neste primeiro dia o destino é a cidade de Vigo onde faremos as verificações técnicas e administrativas no Parque Técnológico e Logístico de Vigo, entre as 17:30h e as 20:00h, após o que nos deslocaremos para o Hotel Ciudad de Vigo 4* onde ficaremos alojados.

No sábado a partida para a 1ª etapa será dada do Parque Técnológico e Logístico de Vigo, terminando em Tomiño onde almoçaremos; após o almoço terá inicio a 2ª etapa que nos levará até Pontevedra, de onde regressaremos a Vigo e ao Hotel Ciudad de Vigo.

Domingo terá a 3ª etapa com partida de Pontevedra e final em Santiago de Compostela, onde haverá um cocktail antes da Gala de Encerramento. Em Santiago de Compostela ficaremos alojados no Hotel Oca Camiño Real 4*.

O regresso será 2ª feira dia 1 de Novembro.

O preço para poderes usufruir deste fim de semana será de 260€ em quarto duplo ou 350€ em individual, inclui a inscrição no evento e todas as refeições com exceção do jantar de sábado e o almoço de domingo.

Nota – caso queiras regresar no domingo o preço será, respetivamente, 200€ e 290€.

As inscrições deverão ser feitas Até dia 26, 3ª feira, para

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Nuno Trepa Leite – 917 535 493

Descarrega aqui a tua ficha de inscrição

Motociclistas em defesa da segurança contra mais uma injustiça

Todos os anos morrem milhares de utilizadores das estradas portuguesas. Automobilistas, ciclistas, camionistas, motociclistas e peões. A segurança nas vias nacionais é posta em causa de forma diária independentemente do veículo utilizado. E não foram as Inspeções Periódicas Obrigatórias aos automóveis que contribuíram de forma decisiva para a redução destes números. Como não o serão para os motociclos.

O Governo, através do Secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, anunciou a entrada em vigor das IPO para motociclos a partir de janeiro de 2022. Anunciou a medida com uma displicência inaceitável para um governante! Mostrando uma falta de sensibilidade política e, sobretudo, um desrespeito enorme por milhares de cidadãos que fazem dos motociclos a sua forma de transporte, ganhando em mobilidade e economia nas cidades cada vez mais entupidas de trânsito e em prazer de condução em muitas das belas estradas nacionais que o nosso País oferece.

São esses cidadãos que, no sábado, dia 16 de outubro, a partir das 16 horas, vão fazer ouvir o seu protesto em Lisboa, Porto, Faro, Coimbra, Funchal e Porto Santo contra uma anunciada decisão que, claramente, não leva em linha de conta o interesse maior dos motociclistas: a SEGURANÇA.

Trata-se de mais uma taxa travestida de boa-fé que serve apenas para calar interesses económicos pouco claros. Sim, porque a questão da segurança está bem explícita nas ligações que fornecemos para documentos científicos que provam a ineficácia das inspeções às motos em termos de segurança e redução de sinistralidade. E onde fica provado que apenas 0,3% dos acidentes têm como causa principal o veículo.

Então e as causas dos restantes 99,7% dos acidentes não interessam?

O Manifesto que anexamos (ver aqui o manifesto) aponta as causas de uma luta de quem não pode e não quer calar-se perante mais uma tremenda injustiça no País dos combustíveis que sobem de preço todas as semanas, onde as motos de 200kg e duas rodas pagam as mesmas portagens de um automóvel de 2,5 toneladas. E onde uma moto com 25 anos paga uma taxa de IUC de 127,80€ enquanto um automóvel com a mesma cilindrada e a mesma idade paga 18,42€ e carros a gasolina de 1300 a 1750 cc ou a gasóleo entre os 2000 e os 3000 cc (a maioria do parque automóvel nacional!) pagam 57,73€. Onde está a justiça?

Por isso, convidamos-vos a marcar presença neste protesto cujos encontros terão lugar em:
PORTO – Avenida dos Aliados

COIMBRA – Parque do Choupalinho (junto ao Exploratório Centro de Ciência Viva)

LISBOA – EXPO (Estacionamento junto à foz do Rio Trancão)

FARO – Estacionamento frente ao Estádio do Algarve

FUNCHAL – Av. Sá Carneiro

PORTO SANTO – Av. Manuel Gregório Pestana Júnior (Praça de Táxis)

PERCURSO DA MANIFESTAÇÃO NO PORTO

16 outubro 2021 (sábado)

Concentração na Praça General Humberto Delgado (Av. Dos Aliados) junto à estátua de Almeida Garret, a partir das 16 horas

Saída às 17 horas.

Avenida dos Aliados (sentido descendente)

Praça da Liberdade

Rua de Sá da Bandeira

Rua de Gonçalo Cristóvão (através do viaduto)

Praça da República

Rua da Boavista

Avenida da Boavista

Praça Mouzinho de Albuquerque (Rotunda da Boavista)

Rua de Júlio Diniz (Palácio de Cristal)

Rua de D. Manuel II

Rua Dr. Alberto Aires de Gouveia (urgências St.º António)

Rua da Restauração

Campo Mártires da Pátria

Rua de S. Filipe de Nery

Rua das Carmelitas (Torre dos Clérigos)

Rua dos Clérigos

Praça da Liberdade

Avenida dos Aliados (sentido ascendente)

Final em andamento junto à Câmara Municipal do Porto

 

Passeio de Outono MCP 2021

Por este rio acima…. Em duas rodas

Passeio inicialmente marcado para novembro foi antecipado para o próximo domingo 10 de outubro, onde teremos dias maiores e cores outonais.
O ponto de encontro será a sede do Moto Clube do Porto a partir das 8:30h, para dois dedos de conversa enquanto tomamos o café praxe e briefing, estando a saída marcada para as 9:00h.

Pensado para manter os bons hábitos de passear em grupo, mas ao mesmo tempo poder gozar as nossas montadas e disfrutar das bonitas paisagens, o passeio utilizará a A4 até ao Marco onde passaremos para as estradas de que mais nos seduzem (curvas, curvas e curvas) em direção ao Rio Douro. Após a travessia desta antiga “estrada do vinho” em Porto Antigo subiremos o rio pela margem esquerda, aproveitando a passagem em Rezende para uma pequena “paragem técnica”. Já depois da Barragem de Bagaúste deixaremos a N222 subindo em direção a Adorigo para, finalmente, pararmos em Tabuaço para o merecido almoço no Plácido Hotel.

Para “desmoer” o almoço, e ajudar à digestão, desceremos o vale do Távora continuando junto ao Douro até ao Pinhão onde faremos uma pequena pausa na condução de modo a podermos esticar as pernas apreciar as vistas. Seguiremos, então, em direção a Sabrosa a partir de onde o regresso a casa será livre.

Levar a tua moto a passear connosco custar-te-á 22,50€, exceto se não fores sócio do Moto Clube do Porto e aí terás o preço de 27,50€. As inscrições são limitadas a 25 pessoas e terminarão a 6 de outubro (após esta data acresce 5€ e sujeito a vaga), podendo ser feitas na sede do Moto Clube do Porto ou para:
Rui Castro - 939 253 838 - Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Trails de Verão 2021

Domingo, 12 de setembro de 2021

O desafiante e paisagístico percurso proposto para este passeio de motos Big Trail interliga troços de terra com troços de asfalto, num total de 150km, divididos entre manhã e tarde. O primeiro contacto com terra é feito logo ao km 10, em Valongo, seguindo para sul, atravessando o rio Douro pela barragem de Crestuma. Subida ao alto da serra de Camouco e ao curioso Marco dos 4 concelhos, seguindo depois em direção a Arouca, onde teremos paragem para almoço. Na parte da tarde voltamos aos trilhos, atravessando as belas paisagens das serras da Freita e da Arada, até São Macário, por terras de São Pedro do Sul, finalizando em Alvarenga um longo dia de condução.

Programa:

08:00 Encontro na sede do MCP com oferta do cafezinho (com as motos atestadas e preparadas para o percurso)

08:30 Início do passeio

13:30/14:00 Almoço em Arouca

15:00 Início do percurso da tarde

18:00/18:30 Final do passeio

Regresso livre

Grau de dificuldade

O percurso inclui alguns troços com pedra solta e/ou regos de nível de dificuldade médio, não sendo indicado a estreantes. Se em tempo seco, teremos muito pó, que, como sabemos, se transforma em lama em caso de chuva, elevando o nível de dificuldade.

Inscrições

Número limitado a 20 participantes

Até ao final do dia 08 de setembro, quarta-feira, para:

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou Joaquim Alves - 93 424 3026

Preço

Sócios MCP: 17,5 € / Não sócios: 22,5€

IBAN Moto Clube do Porto: PT50 0010 0000 3859 5020 001 67

O almoço, incluído na inscrição, será servido num café/restaurante, em Arouca, com entradas de petiscos da região e prato de carne ou sopa da pedra.

Passeio Central Rota do Rio Mondego

ESGOTADO

Em setembro estaremos de novo na estrada....

Em concreto, nos dias 4 e 5 estaremos com os rodados nas nacionais, nas que nos levam a Coimbra com a finalidade de conhecer melhor o rio Mondego

Será, obviamente, um passeio higiénico, percorrendo trajetos já conhecidos, mas sempre deslumbrantes.

À medida que rumarmos para sul as estradas serão menos frequentadas e propícias à deposição de mais um pouco (bastante) de poeira nas motas, como convém a qualquer “motard” que se preze.

Partiremos das instalações da Mototrofa, às 9h, optando pelo percurso das praias, para sul, para tomarmos um café no Cais das Pardelhas, já nosso conhecido, mas que proporciona sempre uma atmosfera de bom convívio.

Retomaremos a estrada, sempre na faixa litoral, e sempre que possível e conveniente, espreitaremos as águas.

Continuaremos a rumar, para “baixo”, por estradas rendilhadas, onde ao menor descuido, será a morte do artista, ou seja, o não cumprimento do trajeto anteriormente escolhido!

Passada esta prova de boa navegação, entraremos na região de Aveiro, visitada muitas vezes pela sua inesgotável beleza. Arrumados os veículos, poderemos optar por mais uns metros de boas passeatas ou indolência, após o que iremos almoçar num agradável local.

Uma das partes mais interessantes do passeio será percorrida depois do almoço, após passarmos pela serra da Boa Viagem, e atingirmos a Foz do rio Mondego, na Figueira da Foz.

Coimbra está a cerca de 60km, por estradas secundárias, com muitos buracos (não valas), onde a distâncias entre as motas é aconselhada em termos de segurança.

Esta opção leva a caravana por estradas raramente percorridas, onde se pode observar a irrigação de uma vasta área agrícola onde o milho e o arroz são o ganha-pão das populações. 

Obra gigantesca, mal conhecida, e de inegável beleza, que permite o aproveitamento das águas do Mondego na agricultura da região, e onde podemos ver algumas das obras de engenharia que permitiram o sucesso de todo o projeto do baixo mondego.

Teremos o rio, bem perto, mas nem sempre ao alcance da vista, uma vez que as margens estão bem elevadas para que não transborde. Outrora um bazófias e agora mais certinho, em termos de caudais!

Com um olho no buraco e outro na paisagem, depois de uns bons quilómetros, chegaremos à zona de Tentugal, onde, para quem desejar, poderá abastecer-se de uns pastelinhos para acompanhar o chá antes de se deitar (gratuito).

E assim chegaremos a Coimbra, agora pela estrada nacional, que desagua na zona do Choupal, a tempo de visitar a Baixinha ou a Alta, conforme o gosto.

Domingo chegará.

A saída para a Lousã será a escolhida para rumarmos à “nascente” do Mondego, ou mais especificamente ao Mondeguinho.

Estradas que começam a serpentear, acompanhando o Mondego, para se tornarem mais retas, de qualidade superior, quer em qualidade de piso, quer em paisagem, incluindo a N2, num outro cenário, agora nas Beiras.

Numa toada descontraída chegaremos à nascente depois de termos percorrido 110km, com paragem para café e gasolina, em Catraia.

Após o registo fotográfico habitual, e mais 15km, o almoço será servido, perto de Gouveia.

 Depois será a hora de retorno. A 30km temos A25 que poderá ser o melhor percurso para retorno, embora cada um possa escolher qualquer outro.

Uma toada calma para estes 170km que teremos de percorrer até à Invicta, é o que se deseja a todos.

Inscreve-te para Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. 

Valores: preço para sócios e clientes mototrofa 120€ por pessoa em quarto a partilhar. +30€ para quarto individual. Restantes participantes acresce mais 25€.